terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Incluir e Excluir

O uso correto desses verbos facilita a traçar objetivos, elaborar um planejamento e obter resultados positivos.

O importante é ter bem definido o que deseja incluir, com cuidado e cautela para que a inclusão já venha acompanhada de uma boa exclusão.

Quantas vezes desejamos que algo se concretize ao mesmo tempo que pensamos que isso ocorrendo estaremos perdendo algo em troca, a inclusão vira uma exclusão, e o plano de ganhar passa a ser o de perder.

Pare e reflita a respeito de quantas vezes agiu assim e
o resultado não foi o esperado, ou seja, não se concretizou.

É o que podemos chamar de negação.


Ao mesmo tempo que deseja um acontecimento já coloca barreiras para que não aconteça.

Assim comece a exercitar o verbo incluir livrando-se de tudo que possa atrapalhar, se conscientizando e colocando seus planos em prática depois de analisar que o resultado é sempre positivo e não que possa prejudicar a si mesmo ou a outras pessoas.

Exemplo:

Deseja crescer profissionalmente, mas sente que para isso estará se privando do convívio de pessoas e ambientes que deseja se manter próximo. Pronto, o seu crescimento está engessado e excluído por você mesmo.

O desejo correto é o de crescer profissionalmente sem que haja sentimentos de perdas.

Pense nisso e exercite, analisando e se libertando da negação de seu desejo, ou seja, usando os verbos incluir e excluir sem prejuízos.