terça-feira, 4 de outubro de 2011

Espelho

Quem não conhece a história da Branca de Neve e os Sete Anões, que por conta de um espelho mágico uma Rainha se transforma em Bruxa com um final nada feliz.


Pois é, preocupada apenas em ser a mais bela, a Rainha esqueceu de sua posição e o quanto poderia brilhar com ela.
Já analisou essa história por esse ângulo?

Na vida real quantos reis e rainhas do cotidiano se transformam em bruxos e bruxas por acreditarem que seu brilho pode ser apagado por alguém.

Quando isso acontece estamos nos referindo a sentimentos de insegurança e egoísmo.

Tais sentimentos estão presentes de acordo com a imagem que se tem de si mesmo.

Já leu ou ouviu em algum lugar a seguinte frase: "Não é a roupa que faz você, mas sim você é quem faz a roupa!"

Partindo desse princípio não importa o que veste, mas sim como veste. Não adianta usar sapatos de salto se não consegue se equilibrar sobre eles.

Não, isso não se trata de uma consultoria de moda, mas sim uma maneira de perceber a auto-estima.

Ao olhar no espelho quantas variações podem ocorrer quanto a imagem refletida, mesmo que usando a mesma roupa em dias diferentes. Hora a imagem refletida é estimulante, hora não causa nenhum efeito, ou então o efeito contrário. Isso é sua auto-estima agindo. Pense qual a reação das pessoas em cada estado descrito. Vai perceber que as reações acompanham as suas, pois na realidade estão gravadas em sua memória, e qualquer reação diferente da sua tem grande chance de passar desapercebida.

É assim que acontece em tudo, o seu estado interior agindo e interferindo no exterior. Por isso a importância de identificar do lado de dentro o que faz brilhar, enfatizar e desenvolver seu talento, encontrando e abrindo caminhos com mais facilidade, irradiando o que tem de mais valioso.

Essa pode ser uma história de final feliz, aprendendo a refletir no espelho o seu melhor, a segurança de si por conhecer seus limites e explorar mais suas potencialidades.

Assim pode ter o espelho mágico de cada dia.

Pense nisso!