sexta-feira, 9 de março de 2012

Maturidade.


Às vezes estou só...
Em minha própria presença, o encontro comigo torna-se mais íntegro e  fiel...

Por vezes me vejo na metamorfose de uma borboleta, que ainda não sabe que irá voar....


Por vezes sei tudo, por ora não sei nada... a única certeza que tenho, é  que nunca será tarde para a transformação, e ainda assim, quando esta acontecer,  perceberei como foi bom esperar......  Texto de Claudia Faria Ferreira.

Quando conquistamos o caminho para dentro de nós podemos aprender a arte de entender nossos sentimentos, a lidar com o tempo e com a espera e, acima de tudo. aprender a viver um dia de cada vez.

Autoconhecimento um caminho aberto para o crescimento e a maturidade.

Pense nisso!